O processo de emagrecimento e manter uma vida mais saudável é um desafio e muitos de nós já passamos por isso. Focar no emagrecimento, na saúde e, principalmente, no resultado final, é o obstáculo onde caem a maioria das pessoas que tentam. 

Você se inspira nas personalidades fitness, faz escolhas mais saudáveis, conversa com seus amigos sobre o assunto, pega dicas importantes… Você fica realmente animado em encher sua geladeira com verduras frescas e sua despensa com quinoa e nozes cruas.

Mas, depois de algumas semanas escolhendo água com limão no café e omeletes ao invés de macarrão, as coisas começam a dar errado.

O desejo pelo bolo, pizza e até o salgadinho da esquina começa a apertar cada dia mais até que você sucumbe e volta aos velhos hábitos.

Não se preocupe! Você não está quebrado.

É inevitável que velhos hábitos ocasionalmente encham sua cabeça com fantasias de como você era mais feliz quando consumia certos alimentos.

Mas, focar no emagrecimento, construir hábitos saudáveis ​​e mudar o seu estilo de vida é muitas vezes um processo de três passos para a frente, um passo para trás.

Em vez de se sentir triste ou se repreendendo, lembre-se de que a conversa interna negativa pode ter os mesmos efeitos colaterais doentios dentro do seu corpo que o fast food e a cobertura artificialmente colorida criam.

Pensando nisso, aqui estão 9 maneiras comprovadas pela neurociência de se manter fiel às suas promessas de emagrecimento até o fim.

1. Substitua as frases “Eu não posso” por “Eu não devo”

Este pequeno ajuste para a sua linguagem interna é cientificamente comprovado para produzir melhores resultados. Em vez de dizer: “Eu não posso tomar sorvete para o jantar”, diga a si mesmo: “Eu não tomo sorvete no jantar”.

Você pode até adicionar um qualificador e reformular, porque tudo bem ter uma porção de sorvete de boa qualidade depois de um jantar saudável uma noite por semana.

Diga algo como: “Eu não tomo sorvete no jantar” ou “Eu não tomo sorvete depois do jantar, a menos que seja sexta-feira à noite”.

Repetir declarações do tipo “Eu não tomo”, “Eu não faço”, “Eu não como” versus declarações do “Eu não posso” pode treinar seus caminhos neurais para ajudá-lo a tomar decisões melhores ao longo do tempo.

Veja alguns exemplos de declarações que realmente podem ajudar:

 

  • Eu não coloco nenhum tipo de adoçante no meu café;
  • Eu não como doces após o almoço;
  • Eu não como comida processada.

 

Há tanta comida boa lá fora para desfrutar e, quando você distribui itens não saudáveis ​​com opções mais saudáveis, você descobrirá que gosta mais das opções mais saudáveis! Confie!

2. Use o método Crowding-Out

Em vez de impor regras rígidas a você mesmo, a maneira mais fácil de introduzir novos hábitos saudáveis ​​é adicioná-los e permitir que eles eliminem as coisas ruins.

Por exemplo, em vez de pensar: “Eu não posso comer pizza na noite da pizza”, mude para “Eu sempre como uma salada verde grande e saudável antes da pizza”.

Deixe a salada ocupar um pouco do espaço da pizza.

Se você tem uma grande e deliciosa salada verde, provavelmente ficará completamente satisfeito com uma fatia de pizza em vez de três ou quatro. Deixe uma grande tigela de comida fresca afastar algumas fatias da pizza.

Faça uma lista das suas necessidades diárias e associe aos doces e os carboidratos ​​(ou qualquer que seja o seu vício).

3. Escreva!

Há um ditado que diz: “A coisa mais fácil de fazer é a coisa mais fácil de não fazer”, e realmente fala sobre o simples, mas poderoso ato de escrever as coisas.

Colocar a caneta no papel solidifica os seus compromissos, envolvendo um grupo de células no seu lobo temporal conhecido como sistema de ativação reticular. Seu cérebro intensifica a quantidade de foco na informação que você está anotando.

Pegue um pedaço de papel e anote seus compromissos.

É melhor usar caneta e papel em vez de digitar, se possível, pois o movimento cinestésico de seus pensamentos adiciona outra camada de aprendizado ao seu cérebro.

Use “eu não faço” em vez de “eu não posso” onde necessário. Melhor ainda, cole no espelho, na geladeira ou onde tiver sempre à vista. Coloque no seu telefone ou no protetor de tela do computador, mantenha ao lado de sua cama.

Vendo seus compromissos regularmente, você cria microvisões de seus objetivos para ajudar seus esforços.

4. Crie quadros de visão

Placas de visão não são apenas lembretes. A visualização constante de seus objetivos está cientificamente comprovada que funciona..

Atletas olímpicos a usam há décadas para melhorar o desempenho, e a Psychology Today relatou que os padrões cerebrais ativados quando um halterofilista levanta pesos ​​também são ativados da mesma forma quando o levantador imaginou (visualizou) levantando os pesos.

Um quadro de visão é uma das maneiras mais fáceis de lembrar-se constantemente do que você deseja criar.

Quer você decida criar um ou não, sempre que se sentir dando desculpas e perdendo o entusiasmo, reserve um momento para visualizar o que deseja alcançar.

Ter uma visão clara do que você quer irá levá-lo através de momentos onde permanecer no caminho pode parecer mais difícil.

Crie um quadro de visão repleto de fotos, imagens e palavras inspiradoras que o ajudarão a visualizar o estilo de vida saudável que você deseja.

5. Ser saudável não é tudo ou nada

Se você tem feito um trabalho brilhante de comer direito e, em seguida, experimenta um momento de fraqueza, você não está de volta à estaca zero.

Hábitos saudáveis ​​e força de vontade são como músculos; eles ficarão cada vez mais fortes quanto mais você os trabalhar, e eles ficarão mais fracos se forem negligenciados.

Se você sair do caminho, respire fundo e volte sem se sentir culpado. Negligenciar o músculo uma vez não é o que o torna fraco. Negligência ao longo do tempo é que é o problema.

Tenha orgulho de si mesmo pelo progresso que você fez até agora. Você é humano, não é um robô. Mantenha uma meta de progresso, não de perfeição.

6. Construa Afirmações em Sua Rotina Diária

Primeiramente, ter rituais e rotinas diárias ajudam a criar hábitos que naturalmente ajudarão você a cumprir seus objetivos. Em seguida, anotar afirmações em notas adesivas pela casa, também cria mini visualizações que funcionam.

Afirmações ajudam a treinar seu cérebro para tomar melhores decisões.

Por exemplo, ler, “escolhas saudáveis ​​vêm facilmente para mim” todas as manhãs no espelho do banheiro, ou olhar “eu atraio o que eu quero” pelo seu caminho, faz com que seu seu cérebro comece a ser treinado a acreditar em seus bons hábitos.

Aqui estão algumas afirmações para você começar:

 

  • Escolhas saudáveis ​​vêm facilmente para mim;
  • Eu atraio o que quero;
  • Não há obstáculos para o que eu quero alcançar;
  • Boa saúde é minha natureza;
  • Estou cheio de amor, luz e boa saúde.

 

7. Coloque suas redes sociais ao seu favor

Siga contas saudáveis ​​no Instagram ou no Facebook e assine boletins informativos voltados para o bem-estar.

No entanto, não basta seguir as contas porque elas parecem saudáveis. Realmente verifique com você mesmo e veja como você se sente quando vê as postagens. Verifique como as redes sociais fazem você se sentir e faça a auditoria dos seus feeds.

Deixar de seguir as contas que desencadeiam sentimentos de indignidade ou comparação. Mesmo que esse não seja o objetivo do dono da conta (eu diria que quase nunca é!), você precisa determinar como se sente.

O que inspira uma pessoa pode desencadear coisas negativas em outras. Mesmo que o dono da conta tenha as melhores intenções, se não deixar você se sentindo inspirado e feliz, deixe de seguir. Você é responsável pelo seu feed de mídia social – seja diligente em como você o organiza.

8. Passe tempo com pessoas que apoiam seu estilo de vida

Seus relacionamentos influenciam muito seus hábitos. Faça o seu melhor esforço para cercar-se de pessoas que tenham a mesma opinião, apoio e inspiração sempre que possível. Isso pode significar ingressar em um novo grupo em sua comunidade ou online .

Dê uma olhada nas cinco pessoas com quem você mais se encontra por perto e avalie se elas inspiram bons hábitos ou permitem más escolhas.

Isso não significa se livrar de amigos, significa apenas fazer um esforço para ficar com pessoas que também se empolgam com o almoço em um café saudável local ou querem conversar sobre seu caminho em direção ao crescimento pessoal.

 

9. Se perdoe acima de tudo

E finalmente, e potencialmente mais importante, seja gentil consigo mesmo. É muito difícil fazer boas escolhas quando alguém está constantemente te colocando pra baixo (e esse alguém pode ser você!).

Pensamentos negativos sobre você mesmo e guardar rancor e culpa contra si, não ajuda. Acima de tudo, se perdoe. Tenha graça e compaixão, e lembre-se de olhar para frente, não para trás.

É nesse espaço que a Neurociência aplicada no emagrecimento tem feito inúmeros avanços científicos e hoje já pode ser aplicada na prática com o objetivo de emagrecer de forma consciente, ou seja, utilizando todo o controle que a mente é capaz de exercer sobre o corpo e suas atitudes. 

Se você quer descobrir como utilizar a neurociência para ter um emagrecimento de fato eficaz e permanente, eu te convido a conhecer o meu programa online CASA DA MENTE MAGRA e os 4 passos do emagrecimento definitivo.

Se você é profissional e quer ajudar seus clientes a perder peso e conquistarem o corpo desejado de forma definitiva: Conheça a formação Professional Coaching de Emagrecimento Consciente – A primeira formação em coach de Emagrecimento do Brasil, com mais de 4 mil alunos formados, e já está em 12 países. Clique AQUI e saiba como fazer parte desse grupo de profissionais de sucesso.