Quantas vezes você se sentiu fracassado por não conseguir ajudar o seu cliente a emagrecer?

Quantas vezes você viu o quanto ele precisava da sua ajuda, mas ele sumiu e não deu mais notícias? Isso acontece por um motivo em comum: a mentalidade.

A obesidade e o sobrepeso são hoje uma epidemia mundial e afetam diretamente a saúde pública. O grande problema é que o obeso sofre para emagrecer, não consegue manter uma motivação e não consegue continuar o tratamento por muito tempo. Assim como a pessoa acima do peso.

Isso se dá porque a obesidade está ligada a fatores emocionais como a ansiedade, depressão, autoestima baixa, compulsão, crenças limitantes, padrões familiares e identidade.

Mas como dar ao seu cliente motivação? Como fazê-lo seguir todo o tratamento com você? Como trabalhar as questões emocionais e a saúde como um todo? É simples, basta você começar a usar a ciência da mente ao seu favor.

Entenda que são a partir dos nossos pensamentos que nascem os nossos comportamentos, as nossas ações e os nossos hábitos. Sejam os últimos positivos ou negativos para a nossa saúde.

É por isso que o Coach de Emagrecimento usa como base essa a Neurociência, aliada a ferramentas e técnicas poderosas para mudar o comportamento danoso do seu coachee (cliente) através da mentalidade. É aí que você aumenta a probabilidade de adesão ao tratamento, focando em uma área que a maioria dos profissionais não dão atenção.

Mas como o coaching de emagrecimento faz isso?

Durante as sessões, o coach conduz o coachee a mudanças de pensamentos, trabalhando para mudar a mentalidade do cliente. A partir dessa mudança, começam a mudar os comportamentos e principalmente os hábitos sabotadores que estão o impedindo de levar uma vida saudável

O coach faz perguntas poderosas para descobrir o que está influenciando negativamente no objetivo de perda de peso, como por exemplo: tempo, comprometimento, crenças, sabotadores e as emoções. Para muitos indivíduos o ato de comer é como um alívio das emoções ou envolve fatores psicológicos como ansiedade e depressão.

E não é só isso, vícios e a relação afetiva com a comida, além de crenças limitantes em relação a capacidade de emagrecer dificultam o trabalho. Mas o coach de emagrecimento tem as habilidades para acabar com esses dificultadores, principalmente quando leva em questão a Saúde Integrativa Sistêmica, tratando a mente, as emoções e o corpo.

Portanto, o coaching de emagrecimento gera mudanças: física e mental; sendo a última o principal fundamento de sustentação para um estilo de vida saudável e equilíbrio emocional. E é através de perguntas poderosas, que o profissional faz o cliente se livrar do excesso de peso, de ter vontade e motivação para uma vida com hábitos saudáveis e, principalmente, ser feliz.

Se você se interessou pelo assunto, tenho uma ótima notícia para você. Existe hoje uma nova forma de ajudar ainda mais os seus clientes com o conceito SIS – Saúde Integrativa Sistêmica. É uma formação que vai tratar o seu cliente de uma forma holística e integrada para melhorar sua qualidade de vida. Quer conhecer o conceitos SIS (saúde integrativa sistêmica)? Clique AQUI.