Para muitas pessoas perder peso é um desafio constante. É uma batalha que testa sua força de vontade ao limite.

Mas, manter o corpo em forma é um incentivo bastante atrativo. As pessoas querem perder peso e se livrar da gordura corporal não apenas por causa da beleza, mas também porque isso ajuda você a se manter saudável.

A crescente conscientização sobre questões de saúde relacionadas ao ganho de peso gera o impulso necessário para dezenas de pessoas em todo o mundo para combater essa ameaça mortal chamada obesidade.

Afinal, a obesidade aumenta o risco de várias doenças, incluindo doenças cardíacas, pressão alta, diabetes tipo 2, acidente vascular cerebral e algumas formas de câncer.

Perder peso pode parecer uma tarefa difícil de realizar, mas certamente não é impossível.

Se você está nesta nessa jornada, já deve ter escutado todo mundo ao seu redor dizendo “emagrecer é fácil, basta se exercitar mais e comer menos”.

Mas, quando se trata de perder peso, há mais do que apenas gastar mais calorias e consumir menos calorias. E é bem possível que o conselho que você esteja seguindo seja mal pensado ou desatualizado.

Ninguém é perfeito, todos cometemos erros.

Existem métodos que você pode adotar para perder peso e conseguir melhores resultados (e não necessariamente precisa ser com uma dieta)

Mas, perder peso é uma tarefa que requer dedicação. Se você não está obtendo o resultado desejado apesar do melhor de seus esforços, então é bem possível que esteja fazendo algo errado.

Para que você não cometa (ou insista) em caminhos que não trarão bons resultados, separei os erros mais comuns para quem está tentando perder peso de forma definitiva.

1. Está sendo escravo da balança

A leitura da balança nem sempre passa a mensagem correta.

Você não está sozinho se sentir que não está perdendo peso com rapidez suficiente, apesar de aderir a uma dieta rigorosa e a um regime de exercícios rígidos.

São inúmeras dicas de perda de peso, dietas diferentes todos os dias, sucos milagrosos, treinamentos esquisitos…

Existem várias maneiras de medir se você está perdendo peso ou não, e o peso da balança é apenas um deles. Várias coisas podem afetar seu peso, incluindo a retenção de água (ou flutuações de fluidos) e a comida que permanece em seu sistema.

Dependendo do que você comeu e da quantidade de líquido que você consome, seu peso pode variar durante um dia.

Se a leitura da escala estiver estagnada, você pode estar perdendo massa gorda, mas retendo água.

Além disso, com um regime de exercícios rigorosos no local, é bem possível que você esteja adicionando massa muscular ao seu corpo enquanto perde gordura.

Assim, mesmo quando a escala não mostra nenhum movimento positivo, você pode notar que sua cintura foi reduzida (suas roupas ficam frouxas, especialmente em torno da cintura).

Não se concentre muito no peso da balança, em vez disso, pegue uma fita métrica e meça medidas.

Alternativamente, você pode clicar em suas fotos antigas e ver a diferença.

2. Focar no proibido

Perder peso é tanto uma batalha psicológica quanto física. Você não deve apenas focar em coisas que você não pode comer, em vez disso, focar em alimentos que você pode comer.

Esse hábito é extremamente agressivo para você e pode levar a doenças sérias como a depressão, caso continue achando que não pode comer nunca uma sobremesa ou um pastel.

Em vez disso, concentre-se nos alimentos que te fazem bem ao comer, o que não é bom apenas para a perda de peso, mas também é excelente para sua saúde geral.

O principal objetivo ao embarcar em um programa de perda de peso é manter os pensamentos negativos à distância e focar nos pontos positivos.

3. Ignorar a ingestão de água

Nós temos a tendência a nos concentrar demais nos alimentos que podemos comer e naqueles que não podemos, mas esquecemos a importância da água.

Beber menos água durante o processo  de perda de peso pode dificultar os seus esforços, portanto, mantenha-se sempre hidratado. A água também ajuda a manter sua pele jovem.

Se você não é fã de água e acha que não pode obter o necessário diário recomendado, experimente temperar com limões, limas ou pepinos.

Pesquisas indicam que beber água, sopa ou uma salada antes do início da refeição pode reduzir a quantidade de comida que você ingere.

A água diminui o apetite e você tende a comer menos durante a refeição. Além disso, quando você se mantém hidratado, pode evitar as dores de cabeça, reduzindo o estresse.

4. Exagerar no exercício ou não se exercitar

O exercício físico é essencial não apenas para a perda de peso, mas também para manter sua saúde e a boa forma.

E, quando você reduz suas calorias sem fazer nenhum exercício, é provável que você perca mais massa muscular o que diminui sua taxa metabólica.

Mas, exercitar ajuda se você não exagera. Se você começar a se exercitar demais, até isso pode levar a muitos problemas. Exercício excessivo não é recomendável a longo prazo pois aumenta significativamente os níveis de estresse.

Muito exercício não é aconselhável se você está planejando perder peso e também não é bom para sua saúde.

Adicione cardio e exercícios de levantamento de peso a sua semana para manter sua taxa metabólica sob controle e perder peso.

5. Confiar demais em produtos diet

Produtos diet ou alimentos com baixo teor de gordura não são bons para a saúde de ninguém, e certamente não é recomendado se você estiver em um programa de perda de peso.

Muitos produtos dietéticos precisam de outros tipos de açúcar ou sódio para melhorar seu sabor.

Alimentos com baixo teor de gordura ou diet não fazem você se sentir satisfeito, e, por esta razão, você acaba comendo mais comida. Portanto, tente ter menos alimentos diet ​​e escolha uma dieta com alto teor nutricional.

A verdade simples sobre perder peso

Já parou para pensar o motivo de algumas pessoas não conseguirem nunca emagrecer de forma definitiva ou sempre lutar com a balança, enquanto outras parecem possuir superpoderes por perder peso tão fácil?

A questão não é a dieta mais recente da apresentadora de TV ou o caso milagroso da celebridade de Hollywood.

O que acontece é mais simples do que você pode imaginar. E a neurociência é a responsável pelos bons resultados de emagrecimento e vida saudável.

É nesse espaço que a Neurociência aplicada no emagrecimento tem feito inúmeros avanços científicos e hoje já pode ser aplicada na prática com o objetivo de emagrecer de forma consciente, ou seja, utilizando todo o controle que a mente é capaz de exercer sobre o corpo e suas atitudes. 

Se você quer descobrir como utilizar a neurociência para ter um emagrecimento de fato eficaz e permanente, eu te convido a conhecer o meu programa online CASA DA MENTE MAGRA e os 4 passos do emagrecimento definitivo.

Se você é profissional e quer ajudar seus clientes a perder peso e conquistarem o corpo desejado de forma definitiva: Conheça a formação Professional Coaching de Emagrecimento Consciente – A primeira formação em coach de Emagrecimento do Brasil, com mais de 4 mil alunos formados, e já está em 12 países. Clique AQUI e saiba como fazer parte desse grupo de profissionais de sucesso.